O baiano que está revolucionando o setor de seguros no Brasil

Da Redação


Gustavo Dória tem sido um dos protagonistas no desenvolvimento das insurtechs no país. Ele acaba de realizar o mais importante evento brasileiro de inovação em seguros

Toda vez que termina uma conversa no smartphone, o baiano Gustavo Dória recebe uma notificação de um aplicativo com a análise do seu humor após a ligação. Através do monitoramento da voz dele durante a chamada, a ferramenta é capaz de dizer se ele ficou estressado, calmo, nervoso ou bem-humorado.


Além disso, o app é capaz de gerir a saúde do usuário em várias áreas. “Esta é apenas uma das possibilidades que este contexto de novas tecnologias tem oferecido. Temos a Inteligência Artificial, a Internet das Coisas, Bitcoins, Waze, Netflix...”, enumera o diretor executivo e fundador do Centro de Qualificação do Corretor de Seguros (CQCS), que se diz um apaixonado pelo setor de seguros.


Com a experiência de cerca de 30 anos no mercado de seguros e a disposição para as novas tecnologias, Gustavo viu nascer iniciativas com potencial de disrupção para essa indústria: as insurtechs. As “techs” existem nos mais diferentes setores e usam as novas tecnologias para melhorar a eficiência da prestação de serviços para os seus usuários.


As “foodtechs” prometem facilitar a compra on-line no setor alimentício, as “agrotechs” estão voltadas para o setor agropecuário, assim como as “fintechs” são do setor financeiro.“As insurtechs são empresas que usam a tecnologia para aprimorar a experiência do seguro”, explica.


Entre as vantagens delas está a possibilidade de um segurado solicitar um reboque pelo aplicativo do smartphone e poder visualizar onde ele está e quanto tempo demorará. Outra possibilidade é acompanhar o reparo de um carro em uma oficina pela internet. As inovações podem vir de outros seguros como o de saúde, de vida, de objetos, viagem, residencial, entre outros.


Uma das primeiras insurtechs do Brasil, a Minuto Seguros, que surgiu antes do termo ser inventado, é um dos exemplos desse nicho de mercado que, segundo um relatório da Accenture, teve um aumento do número de negociações de 39% em todo o mundo em 2017. De acordo com o criador da startup, Marcelo Blay, o processo de contratação ainda não é realizado totalmente on-line na maioria das vezes.


“O contato por telefone é muito importante para a conclusão da compra com segurança, garantia e sem dúvidas”, explica. Através da internet, o cliente pode fazer a cotação de seguros com 15 seguradoras e achar um produto com as coberturas e os serviços que ele precisa.

O Insurtech & Inovações, que aconteceu em agosto, estava planejado para 500 pessoas, esse número teve que ser ampliado para 750 e contou ainda com mais 410 na lista de espera. Na versão de 2019, ele terá que ser ampliado para 1500 pessoas

Para Dória, as transformações disruptivas que têm acontecido no setor de seguros são necessárias e estão alinhadas com um movimento que acontece no mundo inteiro. Assim, seguradoras e corretores precisam estar atentos a essas mudanças. “As seguradoras estão olhando o que vem dessas novas ideias e o que pode ser acoplado aos produtos delas. O corretor é o agente de transformação”, analisa.


De acordo com ele, o corretor conhece a necessidade do consumidor e, por isto, muitas insurtechs que tentaram competir com esse profissional faliram ou mudaram o seu plano de negócios para oferecerem os seus serviços através do corretor.


Na seguradora Tokio Marine, a avaliação é que as seguradoras precisam entrar na era digital. Com investimentos da ordem de R$ 100 milhões por ano em tecnologias que ajudam os seus corretores e assessorias a venderem mais, a empresa prevê a necessidade de exploração de tecnologias inovadoras como a Inteligência Artificial, que ainda não é explorada.


“É importante que o mercado segurador avalie possíveis parcerias que possam agregar valor aos processos, sejam eles tecnológicos ou operacionais, como serviços diferenciados para corretores e clientes”, defende Wilson Leal, diretor de Tecnologia da Tokio Marine.

Wilson Leal, diretor de Tecnologia da Tokio Marine, seguradora que investe R$ 100 milhões por ano em tecnologias digitais

Dória é um importante personagem no mercado de seguros brasileiro por ter criado em 2001 o CQCS. “Naquele momento, a internet estava se fechando, os sites começavam a cobrar assinaturas. Isso deixou uma estrada para a gente que foi interessante. Acredito que a internet conecta pessoas”, diz ele, que continua: “Criei o CQCS para que todo mundo tivesse acesso à melhor informação de seguros, com o propósito de proteger a sociedade”.


O centro de integração e comunicação de inovação de seguros oferece notícias, debates, clipagem, conteúdos de TV, cobertura de eventos e espaço para a manifestação do profissional de seguros. Essa comunidade ativa que atende a todo o setor conta com mais de 80 mil inscritos e 25 mil usuários ativos


Evento de sucesso


Em outubro de 2017, durante a participação na Insurtech Connection, em Las Vegas, maior evento de inovação em seguros do mundo, Dória teve a ideia de criar um evento que reunisse os protagonistas do setor no Brasil para discutir a inovação em seguros com especialistas internacionais. “Fomos convidados pela Insurtech Connection para sermos parceiros oficiais deles no Brasil, ajudar a propagar o seu trabalho e levar brasileiros para lá”, lembra o diretor do CQCS.


O CQCS Insurtech & Inovação estreou no último mês de agosto em São Paulo e já é considerado um marco no setor na América Latina. Com um formato que coloca referências internacionais e nacionais para compartilharem as suas experiências em inovação em seguros com o público pela manhã e pela tarde há a abertura de espaço para os empreendedores locais, o evento criou um espaço ideal para networking e novos negócios.


“O evento foi muito positivo para a troca de experiências e ampliação do conhecimento a respeito da oferta de serviços no ambiente digital”, avalia Leal, da Tokio Marine.

Marcelo Blay, CEO da Minuto Seguros, uma das primeiras insurtechs no Brasil

Para o fundador da Minuto Seguros, o evento beneficiou não apenas as insurtechs, mas também o mercado segurador como um todo. “Os debates foram ricos, com muito aprendizado. Acredito que a variedade de personalidades e cases do mercado foram conteúdos que agregaram”, sentencia Blay.


Com o evento, Dória teve a habilidade de fazer algo que é bem difícil quando se trata da inovação em determinados setores: reunir em um mesmo espaço investidores e aceleradores, várias empresas tradicionais, startups em diferentes níveis de inovação, além do órgão regulador de seguros privados no Brasil, a SUSEP. O órgão, aliás, vem dando importantes passos para regular as insurtechs no país.


O que esperar do futuro das insurtechs?


As expectativas de crescimento desse setor são animadoras. Um relatório da consultoria e corretora de seguros Aon, de novembro de 2017, concluiu que 550 startups no mundo movimentaram US$ 14 bilhões em investimento. CEOs de startups brasileiros no mercado de seguros projetam o crescimento de até 100% nos próximos cinco anos.


Para o consumidor, muita coisa ainda deve ser melhorada, na visão de quem está inserido nesse mercado. “Os produtos serão cada vez mais feitos sob medida para o cliente, com melhor precificação, sinistro humanizado e atendimento personalizado”, projeta Blay. A Inteligência Artificial e o monitoramento efetivo, a disponibilidade, capacidade e agilidade em disponibilizar informações em tempo real são as apostas de Leal, da Tokio Marine.


Para Dória, que sempre teve “a mente aberta para o seguro” e gosta de ajudar pessoas, estamos apenas no início de muitas oportunidades novas para clientes e seguradoras. Se o criador do CQCS, uma das primeiras comunidades on-line do mundo antes mesmo do Orkut ou Facebook, está dizendo isso, então, só podemos aguardar.

Av. Professor Magalhaes Neto, 1856, sala 603, Caminho das Árvores, Salvador Bahia.

CEP: 41810-011

Telefone:  +55 71 ‭3042-2440 

Nossos Contatos:            comercial@letsgobahia.com.br            financeiro@letsgobahia.com.br               redacao@letsgobahia.com.br 

  • Branco Facebook Ícone

©2019 V2M Editora Ltda.

Timbrado-Baseforte.png