Especial Business: Divaldo Franco



Divaldo Pereira Franco considera-se um cristão-espírita em constante esforço moral para superar as suas imperfeições. Adepto da doutrina espírita, compreendeu, desde muito cedo, que o objetivo essencial da existência humana é cuidar da evolução intelecto-moral, como bem acentua a codificação do Espiritismo.


Ao tomar contato com a filosofia que preconiza a imortalidade da alma e sua comunicação com os seres humanos, a lógica férrea da reencarnação e que tem como ética moral o pensamento de Jesus, descobriu o sentido da vida, ao qual vem dedicando o seu tempo integral.


Esse entendimento veio de forma natural e espontânea, através do conhecimento dos postulados doutrinários que vicejam como incomparável luz na treva da ignorância, como o descreve. Além disso, ele também entendeu que o significado existencial é o de contribuir em favor do grupo social no qual o indivíduo se encontra colocado para evoluir.


Automaticamente e mediante esforço, continua adquirindo experiência e passa a ocupar, mesmo sem dar-se conta, uma posição de maior incumbência. Tem a consciência da responsabilidade de viver de maneira que confirme os conteúdos do pensamento espiritual de que se faz portador, quando escrevendo ou falando sobre a excelência da sua mensagem.


Não agasalha, no entanto, a pretensão de exercer qualquer liderança, porquanto, como ensinado por Jesus, “todo aquele que deseje ser maior, faça-se o servidor dos outros”. “No processo antropossociológico, a humanidade se defronta com crises periódicas e graves. Tem sido assim desde os primórdios da cultura de todas as épocas. Quando uma nação atinge determinado patamar de desenvolvimento, automaticamente rivaliza com outras que se encontram no momentâneo pódio do processo de desenvolvimento, especialmente econômico, nem sempre ideal. Por essa razão, surgiram inumeráveis movimentos socioeconômicos, em sua grande maioria, responsáveis por guerras lamentáveis, que matracaram profundamente a história da humanidade”, pontua.


Ainda segundo Divaldo, a partir do período industrial, a situação tornou-se mais grave, em razão do desemprego, conduzindo as massas à fome, ao abandono, à revolta, aos movimentos belicosos. Ele acredita que um dos setores da sociedade em que ainda há muita necessidade de evoluir é o da Educação, o qual considera um valioso instrumento de dignificação dos seres. “Uma sociedade educada nos princípios da ética socrática e cristã edificará uma humanidade justa, na qual todos os valores que constituem a cultura superior e o sentimento elevado encontrarão guarida. Não me refiro aqui à educação adquirida pelos livros, mas àquela que tem a ver com a moral, conforme acentuou Allan Kardec, pois esse instrumento é o maior adversário do materialismo e da crueldade”, explica.


“A Mansão do Caminho é uma experiência educacional dessa natureza. Recebe a mulher gestante que se submete a exames pré-natais e tem a criança em nossa Casa de Parto Natural. A criança é encaminhada à creche, depois ao Jardim de Infância, ao Ensino Fundamental e ao Médio. Simultaneamente, os alunos participam de programas educacionais que os profissionalizam, aprendem artes e preparam-se para a vida adulta. Todo esse labor é absolutamente gratuito, inclusive o uniforme, a alimentação e todas as necessidades que se fazem indispensáveis. São administrados cursos e encontros com os seus pais, de modo a contribuir em favor da família, essa célula básica da sociedade”, ressalta.


Divaldo fundou a Mansão do Caminho juntamente com Nil son de Souza Pereira, em 15 de agosto de 1952. Seu primeiro prédio situava-se na Rua Barão de Cotegipe, no bairro da Calçada, em Salvador. Todavia, somente no ano de 1955 foi adquirido o terreno onde seria construída a sua sede atual, no bairro do Pau da Lima, também na capital baiana.


Na instituição já foram educadas mais de 100 mil crianças, que passaram pelas escolas desde o ano da sua fundação. Ademais desses labores educacionais, a Mansão mantém um ambulatório médico-dentário e oferece assistência social com cestas básicas a doentes e idosos, para todas as pessoas sem distinção de raça, de credo ou de qualquer outra condição. Seu principal objetivo é servir conforme ensinou Jesus Cristo.

Av. Professor Magalhaes Neto, 1856, sala 603, Caminho das Árvores, Salvador Bahia.

CEP: 41810-011

Telefone:  +55 71 ‭3042-2440 

Nossos Contatos:            comercial@letsgobahia.com.br            financeiro@letsgobahia.com.br               redacao@letsgobahia.com.br 

  • Branco Facebook Ícone

©2019 V2M Editora Ltda.

Timbrado-Baseforte.png