Diretor da ADPF vê com insegurança acusações de tentativa de interferência na PF



O delegado e diretor da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Rony Silva, disse que vê com preocupação as acusações de tentativa de interferência na PF atribuída pelo ex-ministro da Justiça Sergio Moro ao presidente da República, Jair Bolsonaro.


Durante entrevista a um portal local, Rony disse que "tais fatos precisam ser esclarecidos", embora veja a situação como "muito ruim por trazer um ambiente de insegurança e instabilidade para dentro da instituição", afirmou.


Para o diretor da ADPF-BA, se cabe ao presidente nomear o diretor-geral da PF, "que seja feita com base em critérios para depois se distanciar". "Isso é necessário para que a Polícia Federal faça seu trabalho sem qualquer tipo de viés político. Isso precisa acontecer para termos o ambiente correto de trabalho", complementou.

Av. Professor Magalhaes Neto, 1856, sala 603, Caminho das Árvores, Salvador Bahia.

CEP: 41810-011

Telefone:  +55 71 ‭3042-2440 

Nossos Contatos:            comercial@letsgobahia.com.br            financeiro@letsgobahia.com.br               redacao@letsgobahia.com.br 

  • Branco Facebook Ícone

©2019 V2M Editora Ltda.

Timbrado-Baseforte.png