Cinema cresce no Brasil em 2019, mas perde público de filmes brasileiros


O cinema cresceu no Brasil em 2019 e teve mais público e arrecadação em relação a 2018, mas filmes brasileiros perderam espectadores.


O público geral aumentou 7,6%: foi de 160 milhões em 2018 para 172,2 milhões em 2019, mas foi o segundo menor público dos últimos cinco anos;

O público de filmes nacionais diminuiu: de 22,9 milhões em 2018 para 22,6 milhões em 2019;

A arrecadação aumentou 13%. A renda acumulada somou mais de R$2,7 bilhões em 2019, contra R$ 2,4 bilhões arrecadados em 2018.


Em valores totais, o registrado em 2019 é o maior dos últimos 17 anos (período dos dados de arrecadação disponibilizados pela Ancine).


Já com os valores atualizados pela inflação de 2019, a bilheteria do ano passado se torna a quarta maior dos últimos anos, atrás de 2017, 2016 e 2015, nesta ordem.


Ir ao cinema ficou mais caro: o preço médio do ingresso foi de R$ 14,23 para R$ 15,02 em um ano. O aumento de 5,63% ficou acima da inflação de 2019, que foi de 4,31%.


Os filmes nacionais custaram menos que os internacionais para o público: o preço médio do ingresso de filmes brasileiros foi R$ 2 mais barato que o de filmes estrangeiros.


Estados das regiões Norte e Nordeste registraram as menores frequências em relação ao tamanho da população. No Pará, Paraíba, Bahia, Tocantins e Mato Grosso, é como se apenas 40% da população tivesse ido ao cinema uma única vez durante o ano inteiro.


Os filmes nacionais tiveram queda de 300 mil espectadores. O dado pode refletir a diminuição de 10% nos títulos em cartaz: foram 327 filmes nacionais em cartaz em 2019. Em 2018, estrearam 367 produções nacionais nos cinemas.

Av. Professor Magalhaes Neto, 1856, sala 603, Caminho das Árvores, Salvador Bahia.

CEP: 41810-011

Telefone:  +55 71 ‭3042-2440 

Nossos Contatos:            comercial@letsgobahia.com.br            financeiro@letsgobahia.com.br               redacao@letsgobahia.com.br 

  • Branco Facebook Ícone

©2019 V2M Editora Ltda.

Timbrado-Baseforte.png