Acne solar: conheça mitos e verdades e saiba como evitar



Com a chegada do verão e consequente aumento das temperaturas, a incidência de doenças de pele como brotoeja, micose, queimadura, câncer de pele e acne solar pode aumentar em até 20%, de acordo com o levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo. Semelhante ao tratamento da acne tradicional, o uso de sabonetes e géis específicos também são prescritos em casos de acne solar, pois tem o efeito redutor e controlador na oleosidade da pele. Além de evitar a exposição excessiva aos raios solares, principalmente nos horários impróprios, é importante também lavar o rosto com sabonete adequado duas vezes ao dia, não dormir com maquiagem e usar protetor solar com textura leve, oil free ou em gel-creme.


MITOS E VERDADES SOBRE O ASSUNTO:


1. FICAR AO SOL AJUDA A SECAR AS ESPINHAS: MITO


Ainda existe a concepção de que o sol, por retirar a umidade da pele e a deixar bem ressecada, também ajuda a secar as espinhas - o que não passa de um mito Os raios UV aumentam a produção de oleosidade e diminuem as defesas da pele.


2. QUEM TEM PELE CLARA TEM MAIS PROPENSÃO AO APARECIMENTO DA ACNE SOLAR: VERDADE


Na verdade, ninguém deve se expor ao sol por períodos longos e sem protetor solar, mas quem tem pele clara fica sempre mais suscetível aos danos causados pelos raios ultravioleta.


3. O PROTETOR SOLAR DEIXA A PELE MAIS OLEOSA, OBSTRUI OS POROS E CAUSA A ACNE SOLAR: MITO


O que não falta por aí são desculpas para não usar o protetor solar - e nenhuma delas é válida! O produto é indispensável na rotina e com certeza não piora o problema da oleosidade, muito menos obstrui os poros

Av. Professor Magalhaes Neto, 1856, sala 603, Caminho das Árvores, Salvador Bahia.

CEP: 41810-011

Telefone:  +55 71 ‭3042-2440 

Nossos Contatos:            comercial@letsgobahia.com.br            financeiro@letsgobahia.com.br               redacao@letsgobahia.com.br 

  • Branco Facebook Ícone

©2019 V2M Editora Ltda.

Timbrado-Baseforte.png